Rua Augusta, série datada para estrear dia 15, próxima quinta-feira, em um episódio duplo, é inspirada na produção israelense, Allenby St (2012), que gira em torno da vida noturna e amor, mesmos elementos que permeiam o piloto de Augusta.

Além da diversão, pela qual a área é bem conhecida pelos boêmios jovens paulistas, Fiorella Mattheis da vida à misteriosa e sedutora stripper, Mika, que é esfaqueada na balada Hell, de Alex, interpretado por Lourinelson Vladimir. Logo nos primeiros minutos de trama, o agressor é encontrado e sofre consequências que serão cruciais para o decorrer da temporada. O jogo de poder, corrupção e mentiras serão combustíveis presentes em Rua Augusta. O que é certo ou errado? Depende do ponto de vista.

O passado de Mika ainda é desconhecido, assim como a razão pela qual ela foi atacada naquela noite, mas a moça vem de uma família de boa situação financeira e saiu de casa fugida. A prostituição e as drogas são dois componentes, que vão gerar consequências, na vida dos personagens, algo que veremos um pouco mais à frente.

Sua grande amiga é Nicole (Pathy De Jesus), outra garota de programa que vive uma jornada dupla. De dia, ela tem namorado e um emprego “comum”. De noite, Nicole ganha vida nos palcos e baladas da rua como se não houvesse amanhã.

Sob direção de Pedro Morelli e Fábio Mendonça e co-produção da O2 Filmes, o elenco ainda conta, dentre outros, com Carlos Meceni, Milhem Cortaz, Rafael Dib, Rodrigo Pandolfo e Rui Ricardo. A temporada terá 12 episódios e vai ao ar nas noites de quinta-feira, às 22h30, na TNT.

Compartilhe essa postagem