A premiação, que é a maior honra ao teatro musical brasileiro, apresentou 20 prêmios, várias performances, novidades e muitos discursos defendendo o cenário artístico brasileiro na atualidade.

No dia 25 de setembro aconteceu a cerimônia da sexta edição do Prêmio Bibi Ferreira, no Teatro Renault em São Paulo.
A premiação, que é a maior honra ao teatro musical brasileiro, apresentou 20 prêmios, várias performances, novidades e muitos discursos defendendo o cenário artístico brasileiro na atualidade.

A cerimônia já começou com o idealizador da premiação, Marllos Silva, anunciando que, a partir do ano que vem – e seguindo os moldes do Tony Awards, o Prêmio Bibi Ferreira deixará de ser uma premiação exclusiva de teatro musical, e passará a incluir todo tipo de teatro. Os critérios de avaliação desse grupo serão diferentes dos atuais, e contarão com um juri exclusivo.

Em seu discurso, ainda saiu em defesa da Lei Rouanet, que é constantemente atacada e criticada publicamente. 0,28% é a fatia que representa a Rouanet dentro dos incentivos fiscais do país. Nos últimos 12 meses, mais de 200 mil ingressos foram distribuídos através de contrapartidas sociais leis via leis de incentivo federais e estaduais.

Alessandra Maestrini, que dividiu a apresentação da noite com Miguel Falabella, foi a alma humorística da premiação.

Entre os ganhadores, destacamos Vitor Rocha, que levou o prêmio Revelação pelo roteiro e música de Cargas D´Água – Um Musical de Bolso, foi ovacionado pela plateia e terminou seu discurso com as belas palavras:

“Uma história só termina quando a gente para de contar,
e um povo só morre quando para de cantar.
Que a gente aprenda logo que a gente é o que a gente canta,
e canta o que a gente é.
Porque só assim a gente vai ser livre,
pra ser e cantar o que a gente bem quiser.
Que cada vez mais a gente tenha a chance de dizer no palco aquilo que diz o nosso coração.
Eu tenho certeza que muitos poetas ainda vão ser Revelação”

Claudia Raia que levou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por Cantando na Chuva, e em seu discurso comentou que esse é o seu primeiro prêmio de teatro, em 34 anos fazendo teatro musical.
Amanda Acosta, vencedora do prêmio de Melhor Atriz por Bibi – Uma Vida em Musical, dedicou o mesmo aos amigos e colegas de profissão e falou brilhantemente sobre como o teatro é algo que reúne todas as artes. Ainda brincou, que precisava de uma premiação como essa a cada mês, para os artistas poderem se reunir mais, e emendou afirmando que a classe precisa dessa união, e que “todos nós servimos uns aos outros”.

Entre as performances, vimos números dos indicados a Melhor Musical: Bibi – Uma Vida em Musical, Cantando na Chuva, A Pequena Sereia, O Auto do Reino do Sol – Suassuna, e J. M. Barrie’s Peter Pan. Destaque para o último, que com uma performance de Uga Uga, fez com que a plateia toda se levantasse para aplaudir.

O último prêmio, de Melhor Musical, foi anunciado por Falabella e Maestrini, que ainda fez a piada do vencedor ser “La La Land”, erro marcante do Oscar de 2017.

Os maiores vencedores da noite foram Cantando na Chuva, com 6 prêmios, e O Auto do Reino do Sol – SUASSUNA, com 4 prêmios – uma grande vitória para os musicais brasileiros originais.

O encerramento ficou por conta de Letícia Soares e Andrezza Massei, cantando uma versão brasileira de “This is Me”, do filme “O Rei do Show”. A apresentação fez com que toda a plateia levantasse para dançar ao som dessa música que marcou o cenário musical no último ano. Maestrini e Falabella voltaram ao palco para cantar um trecho no final no final da música.

Confira abaixo todos os vencedores:

MELHOR MUSICAL
A PEQUENA SEREIA – IMM e EGG Entretenimento
BIBI – UMA VIDA EM MUSICAL – Negri e Tinoco Produções Artísticas
CANTANDO NA CHUVA – IMM, Raia Produções e EGG Entretenimento
J. M. BARRIE´S PETER PAN – Touché Entretenimento
O AUTO DO REINO DO SOL – SUASSUNA – Sarau Agência

MELHOR MUSICAL BRASILEIRO
BIBI – UMA VIDA EM MUSICAL – Negri e Tinoco Produções Artísticas
HEBE – O MUSICAL – Bonustrack Entretenimento, Hebe Forever e Atual Produções
O AUTO DO REINO DO SOL – SUASSUNA – Sarau Agência
O SOM E A SÍLABA – Maestrini Produções

MELHOR ATRIZ
ALESSANDRA MAESTRINI por O Som e a Sílaba
AMANDA ACOSTA por Bibi – Uma Vida Em Musical
BRUNA GUERIN por Cantando na Chuva
DÉBORA REIS por Hebe – O Musical
MALU RODRIGUES por A Noviça Rebelde

MELHOR ATOR
ADRÉN ALVES por O Auto do Reino do Sol – Suassuna
JARBAS HOMEM DE MELLO por Cantando na Chuva
MARCELO MÉDICI por Se Meu Apartamento Falasse
MARCELO NOGUEIRA por Agnaldo Rayol – A Alma do Brasil
MATEUS RIBEIRO por J. M. Barrie´s Peter Pan

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
ANDREZZA MASSEI por A Pequena Sereia
CLAUDIA RAIA por Cantando na Chuva
MARIA CLARA GUEIROS por Se Meu Apartamento Falasse
MIRNA RUBIN por O Som e A Sílaba
NÁBIA VILLELA por Cantando na Chuva

MELHOR ATOR COADJUVANTE
CHRIS PENNA por Bibi – Uma Vida Em Musical
DANIEL BOAVENTURA por J. M. Barrie´s Peter Pan
EDGAR BUSTAMANTE por Os Produtores
EDUARDO RIOS por O Auto do Reino do Sol – Suassuna
RENATO LUCIANO por O Auto do Reino do Sol – Suassuna

MELHOR DIREÇÃO
FRED HANSON por Cantando na Chuva
JOSÉ POSSI NETO por J. M. Barrie´s Peter Pan
LUIZ CARLOS VASCONCELOS por O Auto do Reino do Sol – Suassuna
MIGUEL FALABELLA por O Som e A Sílaba
TADEU AGUIAR por Bibi – Uma Vida Em Musical

MELHOR DIREÇÃO MUSICAL
ALFREDO DEL PENHO, BETO LEMOS E CHICO CÉSAR por O Auto do Reino do Sol – Suassuna
CARLOS BAUZYS por Cantando na Chuva
DANIEL ROCHA por Hebe – O Musical
MARCELO CASTRO por A Noviça Rebelde
TONY LUCCHESI por Bibi – Uma Vida Em Musical

MELHOR COREOGRAFIA
ALONSO BARROS por J. M. Barrie´s Peter Pan
CHRIS MATALLO e KATIA BARROS por Cantando na Chuva
FERNANDA CHAMMA por Hebe – O Musical

MELHOR ARRANJO ORIGINAL
CARLOS BAUZYS e DANIEL ROCHA por Rio Mais Brasil
DANIEL ROCHA por Hebe – O Musical
TONY LUCCHESI por Bibi – Uma Vida Em Musical

MELHOR MÚSICA ORIGINAL
ADRÉN ALVES, ALFREDO DEL PENHO, BETO LEMOS, BRAULIO TAVARES, CHICO CÉSAR e RENATO LUCIANO por O Auto do Reino do Sol – Suassuna
ANA PAULA VILLAR e VITOR ROCHA por Cargas D´Água – Um Musical de Bolso

MELHOR CENÁRIO
BENJAMIN LA COUR por A Pequena Sereia
DAVID HARRIS por A Noviça Rebelde
JOSH ZANGEN por Cantando na Chuva
RENATO THEOBALDO e BETO ROLNIK por J. M. Barrie´s Peter Pan

MELHOR FIGURINO
FÁBIO NAMATAME por A Pequena Sereia
FÁBIO NAMATAME por Cantando na Chuva
KIKA LOPES e HELOISA STOCKLER por O Auto do Reino do Sol – Suassuna
THANARA SCHONARDIE por J. M. Barrie´s Peter Pan

MELHOR DESENHO DE LUZ
BENJAMIN LA COUR por A Pequena Sereia
CORY PATTAK por Cantando na Chuva
RENATO MACHADO por O Auto do Reino do Sol – Suassuna
ROGERIO WILTGEN por Bibi – Uma Vida Em Musical

MELHOR DESENHO DE SOM
GABRIEL D´ANGELO por Bibi – Uma Vida Em Musical
MARCELO CLARET por A Noviça Rebelde
TOCKO MICHELAZZO por Cantando na Chuva

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
ARTUR XEXÉO e LUANNA GUIMARÃES por Bibi – Uma Vida Em Musical
BRAULIO TAVARES por O Auto do Reino do Sol – Suassuna
MIGUEL FALABELLA por O Som e A Sílaba

MELHOR VERSÃO
BIANCA TADINI E LUCIANO ANDREY por J. M. Barrie´s Peter Pan
MARIANA ELISABETSKY E VICTOR MUHLETAHLER por A Pequena Sereia
MARIANA ELISABETSKY E VICTOR MUHLETAHLER por Cantando na Chuva

MELHOR VISAGISMO
ANDERSON BUENO por Hebe – O Musical
FELICIANO SAN ROMAN por A Pequena Sereia
SERGIO ABAJUR por J. M. Barrie´s Peter Pan

REVELAÇÃO
JOÃO VITOR SILVA por Ayrton Senna – O Musical
REBECA JAMIR por O Auto do Reino do Sol – Suassuna
VITOR ROCHA pelo roteiro e música de Cargas D´Água – Um Musical de Bolso

VOTO POPULAR – MELHOR MUSICAL
AGNALDO RAYOL – A ALMA DO BRASIL
O AUTO DO REINO DO SOL – SUASSUNA – Sarau Agência de Cultura Brasileira
CANTANDO NA CHUVA – IMM, Raia Produções e EGG Entretenimento
HEBE – O MUSICAL – Bonustrack Entretenimento, Hebe Forever e Atual Produções
VAMP – O MUSICAL – Aventura entretenimento
O MUSICAL DA BOSSA NOVA – Aventura Entretenimento
O SOM E A SÍLABA – Maestrini Produções
RIO MAIS BRASIL O NOSSO MUSICAL – Turbilhão de Ideias
SE MEU APARTAMENTO FALASSE – Moeller & Botelho
L, O MUSICAL
ARYTON SENNA, O MUSICAL – Aventura Entretenimento
J. M. BARRIE´S PETER PAN – Touché Entretenimento
A PEQUENA SEREIA – IMM e EGG Entretenimento
MPB MUSICAL POPULAR BRASILEIRO
CARGAS D´ÁGUA – UM MUSICAL DE BOLSO
A NOVIÇA REBELDE – Atelier de Cultura e Moeller & Botelho
OS PRODUTORES – O MUSICAL – Chaim Entretenimento
BIBI – UMA VIDA EM MUSICAL – Negri e Tinoco Produções Artísticas

Bônus: O nosso momento favorito, foi Saulo Vasconcelos e Sara Sarres apresentando Melhor Ator. Ao entrar no palco, Saulo fez uma brincadeira apontando para o lustre (de Fantasma da Opera, que está em cartaz no Teatro Renault) e gritando “AGORA!”, fala do Fantasma na cena da queda do lustre, papel que foi originalmente de Saulo na primeira montagem do musical no Brasil em 2005.
Sara, que interpretou Christine na mesma montagem, respondeu com “Já foi, Anjo da Música”.
Compartilhe essa postagem