“Nasce uma Estrela” apresenta uma história marcante e um amor admirável!

Um dos filmes mais aguardados do segundo semestre, a quarta versão do drama lançado em 1937 desta vez conta com Lady GagaBradley Cooper para protagonizar a história do casal unido pelo acaso e pela música. Delicado, sem exageros, mostrando a queda e a ascensão presente no sucesso, o longa explora bem o que busca apresentar. Cativa o espectador, e durante a primeira canção de Gaga ou Cooper, a vontade é levantar da cadeira e aplaudir.

Resultado de imagem para Lady gaga a star is born still

O desenrolar de “Nasce Uma Estrela”

Ally, interpretada por Lady Gaga, é uma jovem que sonha em ser cantora, mas parece já ter desistido desse sonho aos 30 e poucos anos. Ela trabalha durante o dia em um restaurante e se apresenta algumas noites em um clube, onde conhece Jackson Maine (Bradley Cooper), um renomado artista de longa carreira que logo se encanta e decide ajudar Ally. O primeiro contato dos dois é extremamente agradável de ver em cena, pois ambos se completam. Os momentos mais emocionantes vem logo em seguida: Gaga usa da música para completar sua atuação, não há reclamação dela, sua entrega é magnífica.

Trilha Sonora

Obviamente já temos nossa aposta para o Oscar de Melhor Canção Original, a emotiva e belíssima “Shallows”. A primeira vez que ouvimos a canção no filme, temos arrepios no corpo inteiro. A trilha sonora do filme é um presente, seja para os fãs da cantora ou até mesmo para quem apenas curte uma boa trilha sonora. Ela é épica, e com certeza será um sucesso assim como “Shallows”, que alcançou a primeira posição no iTunes em seu primeiro dia. As músicas são mais do que cruciais e agem praticamente como um personagem, funcionando como um guia e garantindo momentos ainda mais emocionantes e vibrantes. Já conhecemos a incomparável voz de Gaga, e no filme ela se encaixa perfeitamente. Sua voz é real, é possível sentir exatamente o que ela quer dizer. Bradley Cooper, por sua vez, não é deixado de lado. Enquanto Gaga brilha no filme, Cooper se supera totalmente.

Resultado de imagem para Lady gaga a star is born

Autenticidade musical

A produção apresenta apenas um ponto negativo: a maneira que aborda o conceito de originalidade e essência na música. A música para Ally perde sua essência e muda de sentido, essa ausência de espontaneidade está presente no enredo, mas é abordada superficialmente, e se tivesse sido trabalhada com toda profundidade deixaria o longa sem nenhum defeito. Não é um desmérito do filme, mas uma situação chata de ver em cena pois é algo recorrente na indústria musical.

Destaques na atuação

Não parece que Gaga está atuando de tão real que é sua entrega. Ela tem química com Cooper, o que garante o bom andamento do filme. Em 2h20, você se apaixona, torce pelo casal e acompanha vibrando a cada nota musical trabalhada por eles. Cooper, além de atuar e cantar, também dirige o longa. Nasce Uma Estrela é um filme que realmente tocará seu coração.

“Nasce Uma Estrela” é uma obra de arte, a trilha sonora é fantástica, a fotografia é um espetáculo, o elenco está excelente, e tudo indica um filme válido para ganhar várias categorias do Oscar. Estreia no dia 11 de outubro nos cinemas.

 

 

Compartilhe essa postagem