Mostra traz itens raros como desenhos, pinturas, fotografias, storyboards, instalações esculturais e bonecos que fizeram parte da filmografia do cineasta, além de trabalhos não realizados. O MIS será a primeira instituição da América Latina a receber a exposição.

Entre fevereiro e maio de 2016, o MIS – instituição da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo – será ocupado por uma das exposições mais aguardadas: O mundo de Tim Burton. A exposição explora toda a gama do trabalho criativo de Tim Burton e apresenta desde desenhos da infância até sua carreira consolidada como diretor.

A exposição O mundo de Tim Burton foi organizada pelo Museu da Imagem e do Som e pela curadora independente Jenny He, em colaboração com a Tim Burton Productions. A retrospectiva de trabalhos de Tim Burton foi originalmente montada pelo MoMA em 2009 e depois viajou para as cidades de Melbourne, Toronto, Los Angeles, Paris e Seul. Após estas paradas O mundo de Tim Burton se aprofundou na temática de Burton, seus assuntos e sua perspectiva criativa única, apresentando mais de 150 novas obras não vistas na exposição anterior. Depois de paradas em Praga, Tóquio, Osaka e Brühl, Alemanha, onde está em exibição no Museu Max Ernst, até Janeiro de 2016, o MIS será a primeira instituição da América Latina a sediar esta exposição.

103

“A exposição O mundo de Tim Burton foi apresentada em quatro continentes ao longo dos últimos seis anos”, observa a curadora da exposição, Jenny He. “E, para sua estreia na América Latina, Tim Burton, sua equipe e eu estamos muito felizes em colaborar com uma instituição que personifica a arte contemporânea e a cultura cinematográfica em São Paulo com a sua história recente de exposições célebres e uma base fiel de visitantes”. A mostra reúne cerca de quinhentos itens incluindo obras de arte e esboços raramente ou nunca vistos, pinturas, storyboards e bonecos de sua vasta filmografia, que inclui Edward mãos de tesoura, O estranho mundo de Jack, Batman, Marte Ataca!, Ed Wood, Os fantasmas se divertem, entre outros, e de projetos não realizados e pouco conhecidos que revelam seu talento como artista, ilustrador, fotógrafo e escritor. Entre os itens estão storyboards do filme feito para a televisão João e Maria; seus primeiros curtas, realizados no início da década de 1970 e nunca lançados; desenhos feitos por Tim Burton em guardanapos e emoldurados em dois frames com 45 desenhos cada; esboços de Edward, personagem de Johnny Depp em Edwards mãos de tesoura, e bonecos dos personagens Victor, Edgar e Elsa Van Helsing da animação Frankenweenie.

Os visitantes ainda encontram cast & crew books – material anteriormente disponível apenas para as pessoas que trabalharam em filmes de Burton – onde podem conferir, de forma interativa, os bastidores de alguns de seus filmes: Peixe Grande e suas histórias maravilhosas, Sweeney Todd – O barbeiro demoníaco da rua Fleet, A fantástica fábrica de chocolate, Sombras da noite e Frankenweenie. Os visitantes do MIS podem esperar muitas surpresas. Entre as novidades estão a expografia especial, criada pela equipe do museu em parceria com a Caselúdico, e uma nova divisão das seções originalmente criadas. “Diferentemente das mostras já apresentadas, propusemos à equipe de Tim Burton um novo conceito em que os visitantes literalmente entrarão pelo mundo do cineasta; assim, criamos uma nova divisão na disposição dos objetos. No MIS, agrupamos os itens em salas temáticas: elas estão divididas por sentimentos como horror, humor, felicidade e melancolia, elementos presentes na obra de Tim Burton”, explica André Sturm, diretor executivo e curador geral do MIS. “As exposições do MIS são sempre diferentes das que foram feitas em outros lugares do mundo; nossa intenção é proporcionar uma vivência nova e imersiva”, complementa. O mundo de Tim Burton conta ainda com uma sala inédita que revela quais foram as inspirações que influenciaram o cineasta em seu trabalho.

103

 

O espaço foi montado a partir de uma lista feita por Tim Burton. Entre os itens estão pôsteres promocionais dos filmes King Kong (1976) e Frankenstein (1931), uma cópia do quadro A noite estrelada, de Vincent van Gogh, e uma foto de Edgar Allan Poe. A mostra traz ainda uma sala dedicada a projetos não realizados, e outra, à sua filmografia. A exposição O mundo de Tim Burton conta com patrocínio da Multiplus e apoio da Tozzini Freire Advogados.

 

Compartilhe essa postagem