A primeira impressão ao ouvir que Homem-Aranha estava voltando para as telonas em um novo filme no universo da Marvel, é que seria mais um filme de ação e aventura. É o terceiro universo cinematográfico em que vemos o herói em 15 anos, e aqui a gente vai te explicar porquê ele também é o melhor.

O Aranha voltou para o lar. E não é só sobre o título que estamos falando: 5 anos atrás vimos o jovem Peter Parker sem influência da Marvel. Agora, inserido logo após os acontecimentos de Guerra Civil, o Homem Aranha volta, mais jovem, com mais energia, e com muita personalidade, de uma forma que nunca vimos antes. O filme tem a ação e aventura esperada. Porém é a comédia que chama atenção. E chama atenção a ponto de te deixar chorando de rir. Sim, pode levar a mãe, o pai, a avó, o tio, a vizinha, o priminho, e a gente te garante: Todo mundo vai sair rindo do cinema (e por sair, a gente quer dizer, principalmente, se ficar até o final dos créditos para uma segunda cena bônus).

Em Homem-Aranha: De Volta Ao Lar vemos Peter Parker como um adolescente na escola e bem adaptado aos seus poderes. O super herói está começando a ser construído, e enquanto isso vemos Peter se atrapalhando ao tentar resgatar cidadãos, e sendo um grande fã dos Vingadores. O tempo todo Peter tenta provar seu valor como um super-herói. 

As trapalhadas são divertidas mas o que realmente conecta Peter com o público são as atitudes espontâneas: Vídeo-diários que ele grava enquanto se encontra com os Vingadores e tentativas frustradas de se portar como um deles, momentos constrangedores entre os colegas de escola, a devoção e preocupação com seus amigos. Todos esses pequenos detalhes são inseridos de uma forma profundamente real, que conseguimos ambientar na nossa própria realidade.

Roteiro e direção

O roteiro do filme acaba dispensando contar novamente tudo que já sabemos sobre o cabeça de teia. A origem do filme em que o tio Ben morre, a picada de aranha, o começo da descoberta dos poderes, tudo ficou no passado. Com isso o filme acaba criando um ritmo diferente, e segue esse ritmo do colegial até o final. Você consegue sentir no filme Peter Parker, um garoto adolescente que tenta encontrar o seu lugar como herói, e acima de tudo como pessoa. A direção de Jon Watts também simplifica muito bem a rotina adolescente de Parker.

As sequencias de ação são cruciais, e são empolgantes mostrando como o pensamento desse herói adolescente consegue ser identificado por aqueles que assistem ao filme.

Personagens


Tom Holland abraçou o personagem icônico, e deu uma originalidade que nós precisávamos ver, mesmo sem saber disso. As expressões faciais são, definitivamente, a maior qualidade do ator. Com uma única expressão em uma cena de 15 segundos, ele conseguiu arrancar gargalhadas de toda a plateia.  Marisa Tomei (Tia May) que apesar de seus 53 anos, aparenta bem mais nova. A atriz está bem confortável na personagem e consegue ao mesmo tempo ser jovial e trazer marcas de responsabilidade sobre seu sobrinho.

Outros atores que merecem um grande reconhecimento são Jacob Batalon, como Ned, o melhor amigo de Peter, e que acaba se envolvendo com a vida dupla do Homem-Aranha. E Zendaya, como Michelle. Essa possui poucas cenas, mas sempre que aparece, chama atenção. E essas poucas cenas mudarão em breve, pois a personagem tem tudo para se evidenciar mais na sequência (que além de já anunciada, foi enfatizada durante os créditos). Liz (Laura Harrier) ama o Homem-Aranha, e vê ele como um certo “rockstar”. Ela é uma grande fã do aranha porque ele está ajudando as pessoas, fazendo a diferença nas ruas e não sabe que convive com ele diariamente no colégio. A cidade de Nova York também é um ponto chave para o filme, porque é incrível a cidade ter um herói como esse. 

O Abutre (Michael Keaton) apresenta uma construção desde o comecinho do filme, e o personagem arruma uma forma de ganhar dinheiro para sustentar sua família. Ele não se encaixa no padrão vilão que quer destruir o mundo, sua motivação é outra. Assim como Peter Parker, ele é um sujeito normal, mas com uma  Tony Stark (Robert Downey Jr) consegue pontuar o filme, chegando em momentos ideais e sem roubar totalmente a cena. O uniforme que ganha um toque bem tecnológico com a ajuda de Stark é sem dúvidas o melhor traje do herói até hoje.

A aparição clássica de Stan Lee obviamente está no filme, e dessa vez em uma cena hilária do herói cuidando de sua vizinhança.

Homem-Aranha: De Volta ao Lar estreia hoje (06) nos cinemas!

Postado por Lucas Muller