Deadpool consegue divertir até mesmo aqueles que não tem ideia da história do personagem.

O filme conta com várias menções a elementos geeks e ainda com várias referências engraçadas pelos outros papéis de Ryan Reynolds. Logo no começo do filme, vemos Deadpool em ação e o personagem se apresenta de uma maneira inusitada, como já era de se esperar, já interagindo com o público (quebrando a 4º parede). Deadpool é obviamente um filme que você não pode levar a sério, se você considerar isso pode esperar um GRANDE acerto da Fox na produção (sem contar da ótima divulgação) do filme.

Se você ainda está meio perdido, aqui vai um resumo da trama: Ex-militar e mercenário, Wade Wilson (Ryan Reynolds) é diagnosticado com câncer em estado terminal, porém encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra experiência científica. Recuperado, com poderes, um incomum senso de humor ( e uma aparência de um abacate que acabou de transar com outro abacate – citação do personagem), ele torna-se Deadpool e busca vingança contra o homem que destruiu sua vida.

112

O filme ainda conta com Morena Baccarin, que interpreta Vanessa e podemos destacar que ela é também responsável pela grande “mudança” de Deadpool depois da metade do filme. Sem esquecer que T.J. Miller (Fuinha), Gina Carano (Angel Dust), Brianna Hildebrand (Negasonic Teenage Warhead), Ed Skrein (Ajax) e Andre Tricoteux (Colossus) completam o elenco.

Colossus e “Negasonic Teenage Warhead”  (Já digo que vai se surpreender com a atuação de Brianna, que realmente merece um destaque) são os responsáveis pela grande ajuda que Deadpool recebe quando as coisas acabam saindo do eixo. E uma das cenas mais engraçadas são as que com certeza Wade esta interagindo com Blind Al e Weasel!

110

O roteiro da dupla Rhett Reese e Paul Wernick realmente é um dos maiores acertos e merece sua atenção. O filme ainda conta com a direção de Tim Miller. Filmes de heróis estão cada vez mais comuns no cinema Hollywoodiano, é por isso que Deadpool inova e renova e é o maior acerto da Fox. Em nenhum momento Deadpool se refere como um herói, e sim um anti-herói que tem que fazer certas escolhas para salvar sua garota. E SIM! Tem participação do Stan Lee em uma cena engraçada e super “safada”.

O filme é do jeito que, eu, você, TODOS estavam querendo. Com ótimas e também hilárias cenas de ação e uma trilha sonora f@da.  A censura de 16 anos acabou sendo equivalente ao filme, que conta com palavões e linguagem explícita. Aceitamos e ficamos felizes com o resultado do filme! Ryan Reynolds é o VERDADEIRO Deadpool, isso ninguém pode negar. O personagem acaba fazendo piada de tudo e de todos, e o humor sarcástico de Reynolds deixa tudo ainda bem mais engraçado e reforça a nossa teoria.

113

E fiquem até depois dos créditos tá? Deadpool quer falar mais um pouco com vocês!

Ficaremos agora no aguardo de um “Deadpool 2”! ;)

Postado por Lucas Muller