Sem nenhum grande spoiler, confira uma review do livro mais aguardado do ano.

Detalhes que impressionam

Na verdade, não é exatamente um novo livro! É o script da peça, mas alguém disse que isso é ruim? Na verdade, isso acabou caindo como uma luva, também para os fãs brasileiros que não são totalmente fluentes em inglês, porque isso acabou facilitando e muito a leitura, deixando as coisas mais simples e direta, diferente de uma narrativa completa. Sim, obviamente dá para sentir uma diferença e no livro os nomes dos personagens acabaram ganhando uma fonte diferente, prezando pela beleza dos detalhes e por também facilitar ao leitor.

Sim, depois de anos de espera J.K Rowling dá aos Potterheads um gostinho de voltar para Hogwarts e acompanhar as aventuras do trio mais querido de todos, espera…. acompanhar a história dos filhos do golden trio, Harry, Rony e Hermione. A maioria já deve saber que o foco no livro é em Albus Severus Potter e em Scorpius Malfoy, que são dois grandes personagens com coragem e “garra” para continuarem representando o legado dos protagonistas anteriores. Os dois são extremamente carismáticos, e apresentam características semelhantes e isso é o que pode levar a uma certa amizade. Falando em Malfoy, não podemos deixar de citar que seria muito interessante se o livro mostrasse um pouco da perspectiva de Draco, já que tudo que mais sabemos é como funcionava a relação paternal entre ele e Scorpius.

245

Sabendo mais sobre a trama

O que praticamente ocasiona a história no livro é a relação entre Harry e Albus. Já que ambos precisam se entender, ver e aceitar os pontos de vista que ambos têm, já que Albus é visto por todos como o filho de o grande “Harry Potter” e precisa manter o legado de seu pai. O que mais me surpreendeu no livro, não consigo definir se positivamente ou que acabou indo para um lado negativo, foi que alguns personagens estavam agindo de uma maneira diferente do que o jeito que nós os conhecemos. Os únicos que realmente são e agem do jeito que conhecemos é Hermione e Rony, que continuam apresentando características que cresceram e se modificaram pouco com eles.

Algo que me deixou bastante intrigado, é porque o livro tem a “essência” J.K Rowling mas é bem perceptível que a história não foi exatamente contada por ela. Sabemos que em uma peça é diferente de uma narrativa, e muitos personagens não poderiam ser inseridos na história, mas existem personagens que só foram mencionados (ou nem isso) que mereciam pelo menos um pouco de atenção. O enredo flui muito bem, e digo isso porque li o livro todo de uma vez, sem grandes pausas e não foi nem um pouco cansativo. (Mesmo depois de ter ficado até 00h em uma fila para comprar).

246

Completa nostalgia

Harry Potter and The Cursed Child é um livro que com toda a certeza deixará os fãs da saga muito nostálgicos, e é extremamente bom voltar para Hogwarts e acompanhar tudo que está acontecendo na história. O livro parece sim uma fan fiction, mas pode ter certeza que será a melhor fan fiction que você já leu. Eu li diversos comentários e conversei com pessoas que realmente não gostavam ou esperavam mais do livro, e o ponto de vista dessas pessoas é aceitável, mas Cursed Child realmente serve para nos remeter de volta a Hogwarts como no começo da aventura, em Pedra Filosofal. Resumindo, o livro está fantástico, mágico e emocionante, mas sempre terão aqueles fãs que esperariam mais do livro e infelizmente acabarão se decepcionando um pouco.

Serão 330 páginas que te levarão de volta para o mundo mágico de J.K Rowling, e se você for um potterhead vai realmente se satisfazer e apreciar completamente o livro, que remete os fãs a lugares que nunca foram explorados antes e a conhecer outros lados de personagens bem queridos da saga. Segundo J.K, essa será a última história de Harry, mas nós sempre teremos a esperança que teremos mais, já que essa não é a primeira vez que Rowling disse que terminou com as tramas girando em torno do trio protagonista, visto que o lançamento do último livro, Relíquias da Morte, seria o final definitivo para Harry. Falando sobre o livro em si, a versão britânica está realmente muito bonita e com detalhes que deixam a leitura ainda melhor. A versão traduzida aqui no Brasil ficará por conta da Rocco, e tem seu lançamento divulgado para dia 31 de Outubro!

247

Fique ligado, que em breve uma versão com análise e spoilers completa deve sair por aqui!

Compartilhe essa postagem