Com nomes grandiosos e queridos pelo público no elenco, o musical “Na Pele”, baseado no Off-Broadway ” bare – A Pop Opera”, se passa em um colégio interno católico e conta a história de dois meninos que se apaixonam, e lidam com esse romance proibido. Um começa a se aceitar como gay, o outro têm serios problemas com isso devido à pressão da sua família e da sociedade. O elenco começou a ser divulgado nas redes sociais no dia 10 de Julho, e entre alguns dos nomes temos Diego Montez, Mateus Ribeiro, Thuany Parente e Gottsha.

Para conseguir tirar esse projeto do papel, a peça recorreu ao Catarse de uma maneira extremamente interativa e com recompensas bem bacanas para os fãs de teatro musical. Além de ajudar a peça a contar essa história de amor, você ainda pode participar de uma festa com todo o elenco, pocket show, visitar aos camarins ou até mesmo participar de um workshop. Se tratando de uma campanha “Tudo-ou-nada” o projeto só irá sair do papel, se atingir ou ultrapassar a meta até o dia 16 de setembro.

https://www.catarse.me/napelemusical

  • ELENCO DE RESPEITO

O que acontece quando você junta um Peter Pan, um Fiyero e uma Maureen em um musical? Aí você coloca uma Madre Superiora, um Sabidão e um time de jovens artistas incríveis? O elenco de NA PELE foi escolhido a dedo e mescla nomes conhecidos e respeitados do mercado como Gottsha (A Noviça Rebelde), Mateus Ribeiro (Peter Pan), Diego Montez (Wicked), Thuany Parente (Rent), Vânia Canto (Les Miserables) e Maria Bia (Mamma Mia!) aos de uma geração talentosa que vem se destacando cada vez mais como Rodrigo Filgueiras (A Pequena Sereia), Davi Novaes (Um Bonde Chamado Desejo), Mariana Amaral (Cinderella), Maria Clara Manesco (Castelo Ra-Tim-Bum), Eduardo Leão (A Era do Rock) e trazendo gente nova pro mercado que tem talento de sobra como Gabriela Gonzalez (O Musical Mamonas), Julia Sanches (Hair – A Revolução do Amor), José Dias (A Pequena Sereia) e Abner Depret (Ghost).

  • A TRILHA

Se você é fã do gênero ou acompanha teatro musical com certeza já ouviu falar de Bare. O espetáculo é um queridinho underground e sempre comeu pelas beiradas arrebanhando fãs de musicais com trilha mais pop, rock e porque não teen. Muitos jovens se identificam com os temas que permeiam as canções e com como o texto vira musica. Diálogos inteiros musicados com fácil entendimento sem tornar a obra monótona. Você se apaixona e entra na história, mas ouviria na academia.

  • OS UNIFORMES (E todas as questões que os acompanham)

Não estamos brincando, os uniformes seguem toda a linha RBD e sabemos que toda história que une música e um colégio interno cheio de hormônios, é sucesso. Mas brincadeiras à parte, mais que um possível sucesso adolescente, bare  não infantiliza ou maquia as questões mais polêmicas da vivência desses jovens. Tá tudo lá; das drogas ilícitas ao bullying que leva ao suicídio. Questões como aborto, identidade sexual e descobertas são abordadas com transparência e de uma forma viceral.

  • A IDEIA 4ACT OFF

A ideia em si é muito legal. Trazer uma maneira alternativa pra realização desses espetáculos menores que quase nunca ninguém compra os direitos por pensar: “Ih, mas ninguém vai querer ver isso no Brasil”.

Se NA PELE sair do papel, a 4ACT OFF ganha força para trazer outros títulos off-broadway e até produzir coisas autorais num futuro próximo. Se você torce para a expansão do mercado de musical do Brasil, pense nisso!

  • AS RECOMPENSAS DA CAMPANHA DO CATARSE SÃO ÓTIMAS!

Pensa assim: você se interessou pelo espetáculo e assistiria se estivesse em cartaz hoje, você pode já comprar seu ingresso pelo site deles no Catarse. Assim, você ajuda a peça acontecer e ainda pode escolher algumas recompensas bem legais! Desde visitas aos bastidores e aos ensaios até workshops com os atores do elenco, jantares exclusivos ou premiações simbólicas como uma gravata do uniforme deles assinada por todos. Mesmo se tiver em outro estado, tem como colaborar! Então, se se identificou com tema da peça, gostou história ou mesmo gosta do trabalho de algum dos atores, não deixem de colaborar. A campanha deles é TUDO OU NADA, se eles não atingirem a meta, a peça não vai acontecer. Vamos nos juntar pra tornar realidade!

Confira o vídeo, e veja como você pode ajudar esse projeto a sair do papel:

Compartilhe essa postagem